sábado, 6 de agosto de 2011

Dreams: O Valor Sentimental

Bótima Noite Pessoas!!

Antes de mais nada, eu até comecei a escrever o dreams no dia certinho [sexta-feira], mas fui "convidada", por mainha, a me retirar do quarto da minha irmã... Ela se aproveitou para trazer todo mundo pra cá, mas isso vai ter que ficar em um outro post!

Então, vamos ao que interessa [ou não... Vai saber!]?  Hoje vou contar mais uma daquelas loucuras que chamo de dreams... Loucura mesmo!

Sabe, sempre sonhei em ter aquela grana para comprar as minhas coisinhas sem precisar do tão sonhado cartão de crédito [fica a dica: nem tenho! õ/], algo que pudese ser comprado sem que eu ficasse devendo nada a ninguém... Masss... Sempre tem aquele algo que, simplesmente, não tem valor... Algo que eu queria muito e queria mesmo! Algo de valor sentimental...

Eu queria algo que significasse muita coisa para mim, queria ficasse pro resto da vida [dos que ainda acreditam no "forever"]

Posso contar um não tão segredo? Eu tenho esse algo!

Aliás... Os "algos"

Pois é pessoas, tenho meus mimos que, para mim, tem maior valor que muito ouro por ai... Irei listar alguns desses pequenos mimos que nunca perderão o seu valor...

1 - Lionella.
Já contei sobre ela aqui. A Lionella é uma gatinha de pelúcia [que minha irmã ousa chamar de feiosa! ¬¬'] que ganhei aos 4 anos de idade. "Uma fofa! Lindona! Melhor presente!" Essa era a minha reação ao olhar aquela pequenina. A ganhei junto com a minha prima, a Jayne, que tinha a "gêmula" [=P] dela. Ganhamos de presente de aniversário [nossos níveres são no mesmo mês - março >> ficaadica u_u] do meu tio, pai da Jayne, em 1994. Acho que sempre gostei dessas coisas de "ser boba com coisa pouca", essa é a melhor lembrança que tenho de meu tio que foi tirado de nosso meio pela violência. Enfim, estando "feiosa", como dizem por ai ou "lindona", como ela sempre foi para mim é o presente que nenhum dinheiro paga... Já até briguei com minha prima de 6 anos que queria brincar com ela... u_u [Mordo mesmo! Lionella é minha!]


2 - Damares.
Mas uma da coleção infância. Aos 5 anos de idade morávamos em uma casa no Vasco da Gama, bairro da zona norte do Recife. A Dany ainda não era nascida, logo, eu era a rainha da casa [Muahaha!]. Naquele ano [1995] morava em nossa ladeira [Nossa? Õ_õ] uma senhora que fazia bonecas com rostinho bonitinho e corpinho de linha de tricô. Lembro que minha mãe perguntou de que cor eu queria a boneca. Pergunta óbvia não? Lógico que eu queria que ela fosse lilás! A mulher tinha algumas já prontas, rosa [como toda menina gosta ¬¬'], azul, verde... Mas lilás? Porque lilás? Ué! Porque eu queria lilás e pronto!
Sabe o que a mulher disse a uma criança [eu u_u] de 5 anos de idade? Que roxo era cor de morto...
[Ódio mortal ¬¬']
Genteeeeeeem... Eu só tinha 5 anos, mas disse a minha mãe que não queria mais a boneca porque era aquela mulher que iria fazer... Odinho delaa >.<
Mainha conversou comigo e disse que ela ia fazer a boneca da cor que eu quisesse, afinal, eu era a princesa! RAM! [se bem que naquela época eu era a rainha mesmo...LIXA' hasuhaushuahsuashaush].
Pois bem, como todas as minhas bonecas da época, ela se chama Damares e costumava dormir [durante o dia, claro!] na minha cama u_u
[depois posto fotos dela]

3 - As uvinhas u_u
Essas nunca foram sonho, mas conseguiram se tornar realidade. Complexo? Te explico!
No ano passado [2010, lógico...] eu fui para o projeto de férias da AMAI, em Araripina, sertão de PE. Durante os 28 dias que lá passei, visitamos várias famílias, conhecemos muita gente, vivemos novas experiências. Foi TUDO muito bom. Mas sabe aquelas coisas inesperadas? Aconteceu já no fim do projeto...
A Thais foi uma das meninas que conheci nas visitas às casas. Uma flor de menina, cuidadosa, carinhosa e muito amiga. Na primeira vez que a visitei, a convidei para o filme que seria apresentado a noite, ela não só foi, como também levou toda sua família. E assim foi, até o fim do projeto. No nosso último dia na região, ela me chamou e disse que queria me dar um presente para que eu não esquecesse aquele povo [impossível de esquecer - FATO!]. A Thais me presenteou com um par de brincos [que ela mesma fez!] de uvinhas. Gente, foi a coisa mais linda que eu vi alguém fazer por mim. Não custou nada, mas acreditem... Guardo-o como um verdadeiro tesouro! *-*
[dá para ver na foto da Lionella õ/]

4 - Cartinhas.
Por último, mas não menos importante, minhas cartinhas e recadinhos que considero mais que especiais *-*
Amigos de perto, de longe, que vejo todo dia, que ouço a voz no telefone, que nem vejo mais... Cada um deixou uma marca de uma maneira especial em minha vida. As mensagens, que hoje guardo com muito gratidão, são mais que meras palavras escritas em alguma situação, são, na verdade, conselhos diários, expressões de carinho... 

É issaê galerinha, sei que se eu der a procurada, no bauzinho da vida, posso encontrar mais algumas coisinhas, mas acho que vocês já cansaram né? Melhor parar por aqui...

Espero que tenham curtido!

1 Comentários ●๋•:

Eliakim - www.geoabrangencia.blogspot.com disse...

Tbm andei pensando muito nessas coisas materiais ... mas é bem verdade, esquecemos das coisas com valor sentimentais ...
Saiba que guardo vossas carinhas e seu cachinho com muito gosto *_________*
kkkkkkkkkk
bj te amudoro

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!