terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tão ruim assim...

Vim relatar hoje sobre um momento não tão bom. Na verdade, um momento bem ruim...

Desta fez, fracassei. Acho que não escapo. Tanto corre-corre, tantos dias perdidos e noites mal dormidas, tantos tantos... E o que restou foi apenas uma decepção. Decepcionada comigo mesma.

Motivos pra tal decepção?! As falhas, fraquezas e anciedades que não mais permitem a mim ter a cabeça 100% no lugar.



Hoje eu senti o gostinho amargo do esforço que não valeu a pena. Senti falta daquele abraço que dei no mundo e ó... Me vi só...

Ainda assim, num momento não tão bom, informo-lhes que seguirei até o fim [isso é fato!]... A palavra desistir foi proibida de entrar no meu dicionário.


Abreijoos de um ser que só quer que tudo acabe bem...
E acabe logo.

2 Comentários ●๋•:

Anônimo disse...

Ver-se só, sentir-se só, não significa essencialmente estar só. Os fracassos devem ser pedagógicos, não habituais. Mas nem sempre são inevitáveis. Parece-nos que são justamente pra nos deixar a sós. Conosco... intimamente... inevitavelmente com o Criador, que está sempre perto, providencialmente e cuidadosamente. Dificilmente estaremos sós. Mas se além do Criador, queremos uma companhia, é só chamar... tem amigos que nem sempre estão junto, nem sempre estão com tempo... mas estarão sempre perto, sempre prontos... disponíveis... fique só se quiseres.
Do seu Paistor

☆ Debby ☆ disse...

Pai *---*

Sei que não estou só.

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!