domingo, 2 de maio de 2010

Estrela poética

As melhores poesias não são as mais lidas nem as mais recitadas... São as sentidas, as tocadas, as vistas...



Não posso senti-las, muito menos tocá-las... Mas posso vê-las, e isso eu nunca vou deixar de fazer.
       
         Ver não simplesmente por ver...


Parar, olhar, observar, pensar e sonhar... Ah! Isso sim e isso sempre!





Por isso eu paro e olho... Olho sempre... Em direção ao céu...

3 Comentários ●๋•:

Geoabrangência disse...

Não mais que distante quanto o nosso próprio pensamento...elas estão
situam-se nas mais lindas tessituras lineares...
é
as estrelas se deslumbram no firmamento tão certo como aqui eu respiro
assim como eu suspiro...
por causa delas...
pelo brilho delas...
pela constância delas...
......que elas se façam sempre tão belas (...)

●๋• Debby ●๋• disse...

"O céu anuncia a Glória de Deus e nos mostra aquilo que as suas mãos fizeram..."

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Own que lindo mermã...
todos nós temos um poeta dentro de nós... e se observarmos bem, tem uma ali na eskina, nos bares, nas igrejas... no nosso cotidiano!

BjO*-*

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!