sábado, 18 de setembro de 2010

Pois aprender dói...

Coisa sem noção né?

Chegar assim, do nada, só para dizer que aprender dói...

Mas é... Dói pra dedéu.

Sabe uma coisa que você deseja muito saber?
Sei lá, pensa ai em qualquer coisa... Pode ser aprender uma nova língua, aprender a dirigir, aprender a ler, a nadar, a cantar... Enfim, qualquer coisa mesmo...

Vou usar um exemplo bem simples. Imagine-se aos 5 anos de idade querendo aprender a andar de bicicleta sem as famosas rodinhas de apoio. Se imaginou? [Porque eu estou até me vendo...]

Pois bem, a hiper, mega, power, blaster vontade de aprender ajuda, e muito, no processo da aprendizagem... Isso é bom... Então depois dessa vontade louca de andar de bike sem as rodinhas o que você faz? Pede pro papai tirar as rodinhas e te ensinar... [Nem fiz isso... u.u]


É... De cara você fica feliz, se sente "gente grande", mas uma parte sua guarda uma coisinha chamada medo... Medo de cair e quebrar a cara na primeira volta.

 
É a hora do papai agir. Ele promete que vai segurar a bicicleta e que vai ficar bem atrás de você... Sabe como é né? Pai é pai... A gente simplesmente confia.

E lá vamos nós... Entre tantos desequilíbrios, arriscamos uma e outra volta na nossa bike sem rodinhas e nos sentimos realizados, afinal, estamos aprendendo.

Claro, quebrar a cara nesse processo é fácil... Dói. [pra dedéu!]

Chega o dia que o papai diz que não vai mais segurar a bike... Ixiii... O medo fez questão de vir junto nesse dia. Você quer mostrar que sabe ser ciclista, mas ainda não se sente seguro... [Meio tenso... --']

Você começa a pedalar e vê que não é tão difícil assim. É, você consegue! Você agora é gente grande... E sabe porque?

- Porque você teve vontade de ser gente grande, você quis crescer.
- Porque você 'quebrou a cara' várias vezes, mas a dor não foi sinônimo da palavra desistência.
- Porque você arriscou, independente de qualquer medo.
- Porque você confiou no PAI.


Então... Aprender dói?
Sim... Dói. E muito. Mas é com essa dor que você aprende a crescer, a ser, a ter e a poder. A dor é uma professora inesquecível.

A dor, por mais que seja dor, e por maior que seja, um dia passa. Ela pode até incomodar e esquartejar nosso sono, mas quando ela passa... Esquece-se... Ou tenta-se esquecer.  

Resposta fácil para a dor?
Se existe, ainda desconheço... Talvez se a tivesse, usaria agora.


Abreijoos de um ser que aprende a ser...
Dia após dia, com ou sem dor. Arriscando sempre.

2 Comentários ●๋•:

Eliakim/Geoabrangencia.blogspot.com disse...

Um dia passa...
chegou a hora de vc voar
tá na hora já....
Ser feliz a grosso modo (hoho6)
Felicidades eternas...
ei
passa Gelol que passa ;*
bjãaao

☆ Debby ☆ disse...

Manda Gelol praeeeu... *____________*

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!