sexta-feira, 5 de março de 2010

Novos Versos... || Bee¹

Pensei não ser capaz de amar tão itensamente;
Que amores platônicos só tinham sido vicenciados por filósofos;
Que a gente pudesse esquecer quem não nos faz bem rapidamente;
E que eu não sentiria falta do calor das tuas mãos...

É... Enganei-me ao pensar tudo isto porque aqui dentro, onde só Deus conhece (e você penetra), só eu sei a falta que você me faz...

Eu, e apenas eu, sei o que é chorar a tua ausência...

Quem dera eu, por um minuto, isso mesmo, apenas um minuto, pudesse ouvir a tua voz e do outro lado da linha poder gritar para o mundo inteiro que eu te amo...

Uma Julieta à espera de um Romeu...

Pés no chão da realidade...
Cabeça no alto e sublime trono...
Pensamentos que vem e vão sobre você...
Olhos em nada mais que nas estrelas...
Sorriso, ah, o meu sorriso... Este pertence a você... Como forma de gratidão, amor ou paixão...

Como tudo o que eu tenho feito ultimamente...

Teu silêncio me corrói...


(Tua Ausência...  || NUNES. Débora Mendonça.)

4 Comentários ●๋•:

Geoabrangência disse...

Gostaria de saber que é o dono do silencio?
quem pode te fazer tão exprimida?
quem te dilata?
gostaria de saber se são sentimentos indiretos e se essa pessoa pode ver?

Manuzinhacz disse...

Debby poetisa heheh!Até porq eu to uma Julieta sem Romeu =/ ¬¬ uahuahuahau Adorei!!!

laisla disse...

Ai ai abiiiga, cê é uma poetisa tão tão TUUUDO...
ameeii... \o/

●๋• Debby ●๋• disse...

Kim = Vai investigando... [hoho]

Manu = Eurii...

Lalinha = Neem é... Velgonha owwn!

Amo vcs \õ/

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!