sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Blackout...

Eu não poderia deixar espacar...

Pois é, tive crises de risos ao ouvir minha irmã se revoltar porque não dava pra assistir Aline. Eu com minhas cólicas insuportáveis e horrorendas, vi (Acho que a palavra certa não seria essa...) o apagão!

E eu pensando que isso fosse coisa do passado!
Viva o escuro! Viva o breu! husahsaushauhsuhsauhsauhs

Parabéns ao Maranhão que conseguiu ser o ÚNICO estado do Nordeste a se manter sob as luzes... u_u


ps: Lamento pelos hospitais, badernas nos presídios, pela galera que tava nas paradas de ônibus, pela moça que ficou presa no elevador lá na Av. Conde da Boa Vista, pela minha irmã que não pode assistir Aline, pelo Festival de Verão que começou atrasado... Um abreijo pra minha mãe, pro meu pai e pra todo mundo que lê isso aqui...

... Juro que não gritei: Aêêêêêê!

2 Comentários ●๋•:

Eliakim/Geoabrangencia.blogspot.com disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
olha seria trágico se não fosse comico
Nos hospitais existem geradores...
mas e o resto
caracas
Tenso
mas é isso à
viva a Energia potencialmente soberana no Brasil
#Veneno

☆ Debby Nunes ☆ disse...

Posso te dizer uma coisa?

Embora trágico, foi cômico... Pra caramba! haushuahsa

O chato sempre existe, é claro. O Hospital da Restauração (aqui em PE, a maior emergência do NE, cerca de 800 internados atualmente), por exemplo, teve de aguardar 40 minutos até o funcionamento dos geradores. Imagina o sufoco...

Mas enfim... Olhando o lado positivo da coisa: O céu ficou simplesmente lindo!

Postar um comentário

Agradeço a sua atenção!